Sob a direção da Dra. Maria Cecília Pimenta Andrade, CRM-MG 27.465, especialista em Clínica Médica, Cardiologia e Ortomolecular, a CAMEP atua desde 2004 no tratamento e prevenção a doenças através da Terapia Ortomolecular.

.

Logo abaixo você irá encontrar informações sobre Medicina Ortomolecular, que é a pedra fundamental desta terapia.

.


.

A Medicina Ortomolecular, a primeira vista, pode até parecer algo esquisito, mas não é. Aqueles que já se dispuseram a conhecê-la melhor, descobriram que se trata de uma novidade concreta e científica que, atualmente vem alcançando resultados positivos no combate a várias doenças.

.

A Terapia Ortomolecular é recente no Brasil e ainda pouco conhecida. Não se trata de uma especialidade nova, mas de um modo de gerenciar a saúde física e mental, cuja regra áurea é prevenir para não remediar, propondo detectar e corrigir os desequilíbrios das funções celulares a nível bioquímico-molecular, antes que se estabeleçam as doenças, e na vigência destas, somar suas propostas aos tratamentos convencionais de forma que sejam mais eficazes, por períodos menores e com menos efeitos colaterais.

.

A Medicina Ortomolecular visa a normalização do equilíbrio químico do organismo através de substâncias naturais ao próprio organismo, como as Vitaminas, Minerais e Aminoácidos e "esse equilíbrio é mantido principalmente pela destruição dos Radicais Livres".

.

O termo Ortomolecular foi introduzido por Linus Pauling (1901-1994), propondo que distúrbios mentais poderiam ser tratados pela correção de desequilíbrios ou deficiências de constituintes cerebrais tais como vitaminas e outros micro-nutrientes, como uma alternativa a administração de drogas psicoativas sintéticas.

.

Estendeu o conceito Ortomolecular, em 1970, a medicina em geral, como sendo moléculas certas em concentrações certas, caracterizando uma abordagem de prevenção e tratamento de doenças e, alcançar a saúde baseada em ações fisiológicas e enzimáticas de nutrientes específicos, como vitaminas, minerais e aminoácidos presentes no organismo.

.

Então, por definição, pode-se dizer que a Medicina Ortomolecular trata-se da orientação terapêutica que tem por objetivo restaurar, no plano molecular, as concentrações normais de substâncias como vitaminas, minerais, aminoácidos, "smart-drugs", etc, normalmente presentes no organismo.

 


.
1)  Nos princípios propostos por Linus Pauling;

.

2) Na Nutrologia, especialidade médica que se preocupa com a qualidade da alimentação, necessidades calóricas diárias, referentes a cada indivíduo e de acordo com a sua atividade física ou sua patologia pré-existente, repondo ou restringindo os nutrientes como proteínas, gorduras, açúcares, minerais, vitaminas, fibras e água, que sejam indispensáveis ao equilíbrio das reações químico-físicas de todo o organismo;

.

O equilíbrio metabólico e energético é básico a todas as especialidades médicas. Das centenas de substâncias que entram nos processos metabólicos, todas são sintetizadas no organismo, com exceção de 47, chamadas nutrientes essenciais que deverão ser introduzidas prontas do meio externo, pela alimentação e ou suplementação;

.

3)  No ambiente, detectando e corrigindo as intoxicações provenientes do ar, solo e água, assim como as substâncias ingeridas junto aos alimentos - conservantes, corantes, acidulantes, agrotóxicos, adoçantes e minerais tóxicos. Avaliando a poluição sonora e as fontes de radiações nocivas. Promovendo melhora do saneamento, condições de moradia e ambiente nos diversos tipos de trabalho.

.

Estudando e pesquisando ligações químicas, enredou pelo intrincado campo da bioquímica – a química dos seres vivos – definindo a doença sob uma ótica diferente, uma outra perspectiva. Linus Pauling escreveu: "A doença tem uma base, um substrato molecular e distúrbios na complexa interação e cadeia entre moléculas geram doenças".
 


.

Os Radicais Livres são definidos como um átomo ou um grupo de átomos com um elétron não emparelhado ou seja a perda de um elétron da camada mais externa desse átomo ou seja, toda molécula que tem um elétron ímpar em sua órbita externa.

.

Efeitos nocivos da poluição, energia de alta radiação, raios UV, raios gama, agentes químicos ou medicamentos quebram a paridade da órbita externa das moléculas, criando os Radicais Livres.

.

Os Radicais Livres são altamente instáveis e reativos, reagindo com outras moléculas criam novos componentes com muita rapidez.

.

Eles também desencadeiam vários processos patológicos, como: envelhecimento precoce, processos isquêmicos, inflamação, rejeição de órgãos transplantados.
.

A Medicina Ortomolecular surgiu justamente para corrigir os desequilíbrios químicos provocados pelos Radicais Livres, pois eles desempenham papel importante nas doenças e no envelhecimento. Porém num organismo equilibrado e saudável, elas são logo destruídas. Nas pessoas em que são encontrados altos níveis de Radicais Livres é com o uso de Anti-Oxidantes que o equilíbrio é refeito, juntamente com diversas outras medidas preconizadas pela Medicina Ortomolecular.

 


.

1) Quais nutrientes essenciais estão em déficit;

.
2) Se existe metais tóxicos no organismo;

.
3) Como está funcionando o sistema endócrino;

.
4) Como estão os sistemas de excreção: intestinos, fígado e rins;

.
5) Se existe intolerância ou alergia alimentar.
.

O primeiro desafio do Médico junto ao paciente é descobrir quais os nutrientes que estão faltando e o segundo desafio é descobrir se estão presentes elementos estranhos ao meio interno e ás células. Muitas vezes a correção dos desvios encontrados é o suficiente para proporcionarmos o necessário equilíbrio metabólico/energético requerido para retornar novamente o paciente ao estado de saúde.
.

Esta primeira abordagem da Medicina Ortomolecular constitui-se, nos rudimentos, na parte geral comum a todas as especialidades médicas. A sua aplicação aumenta a eficácia dos tratamentos convencionais ou complementares. O pensamento lógico, comprovado por inúmeros trabalhos científicos é simples: devemos introduzir nas células e no meio interno os elementos químicos que porventura estejam faltando e retirar os elementos em excesso, geralmente estranhos ao organismo. É fácil compreender que um organismo sem deficiências e sem substâncias a ele estranhas reagirá muito melhor a qualquer tipo de tratamento. E muito mais que isso: se o organismo estiver saudável, ele estará em melhores condições de assim continuar, pois todos os seus mecanismos de defesa estarão em condições ideais de funcionamento.
.

Todas as células do corpo produzem energia com a finalidade de fabricar vários tipos de moléculas necessárias para o seu bom funcionamento. Das centenas de substâncias que entram neste processo todas são sintetizadas pelo organismo, exceto cerca de 47 delas. Estas substâncias são chamadas de "Nutrientes Essenciais" e portanto o organismo deve recebê-las já prontas do meio externo. Isto quer dizer que necessitamos de um aporte nutricional adequado, em elementos essenciais, e não é difícil compreender que a falta de um ou mais desses elementos prejudicará o funcionamento das células e, conseqüentemente do organismo como um todo.

.

O papel das vitaminas, aminoácidos, ácidos graxos, enzimas e minerais, na terapêutica tem sido revistos, graças aos estudos estimulados pelo uso dessas substâncias na prática clínica e descobertas da pesquisa básica. Mas como saber o que está faltando no organismo? Uma anamnese completa (história do paciente bem colhida), exame físico, a alguns exames, como por exemplo, o Mineralograma, (exame do fio do cabelo), que nos mostrará os minerais essenciais, que nosso organismo utiliza no metabolismo de várias substâncias, como enzimas, hormônios, etc, e também detecta metais tóxicos que não deveriam encontrar-se no organismo e necessitam ser retirados.

.

Desta forma, a Estratégia Ortomolecular é um enfoque médico, direcionado para a prevenção de doenças, mantendo-se a saúde, entendendo-se como bem-estar físico-mental, social e emocional e não meramente a ausência de doença ou enfermidade.

.

Neste enfoque valorizamos mudanças de hábitos que vão diminuir o excesso de Radicais livres, tais como: evitar exposições prolongadas ao sol, eliminar o fumo, reduzir o consumo de gorduras e eliminar frituras, neutralizar o stress cotidiano (melhor filosofia de vida, relaxamento, atividade física constante e adequada, alimentação saudável).

.

As deficiências de nutrientes essenciais, tão freqüentes hoje, coincide com o alarmante aumento de várias doenças como: hipoglicemia funcional, depressão, astenia, hiperatividade, infecções de repetição, etc, incluindo as doenças degenerativas: aterosclerose, câncer e artropatias, as quais não mais estão se limitando à idade.

.

Pode-se até afirmar que a correção do equilíbrio químico do organismo leva a uma redução da incidência do stress, de doenças cardiovasculares, mentais e metabólicas, assim como o processo de envelhecimento.
.


A Medicina Ortomolecular não é Medicina Alternativa ou terapias alternativas, sendo feita exclusivamente por Médicos. A Medicina Ortomolecular utiliza os procedimentos descritos nos livros clássicos de farmacologia e o diagnóstico é baseado também em exames clínicos tradicionais como os de sangue, urina, etc.

 


.

PREVENTIVA - através de diagnósticos cada vez mais precoces, detectando alterações metabólicas subclínicas, antes do surgimento de doenças, utilizando-se do tratamento Ortomolecular que visa o equilíbrio global do indivíduo, dando-lhe condições de manter-se sadio ou, diante de doenças, obter melhor resposta a terapêutica específica empregada.

.
SISTÊMICA - atua na avaliação diagnóstica de todos órgãos e sistemas, analisando a inter-relação e interdependência entre eles e nos tratamentos nutricionais celulares, através de suplementação com nutrientes indispensáveis ao organismo.
.

INTERATIVA - atua na inter-relação dos sistemas humanos com os sistemas ambientais.

Na abordagem Ortomolecular, o desafio é descobrir quais os nutrientes que estão faltando , os que estão em excesso e ainda verificar os elementos tóxicos no organismo do indivíduo.
Muitas das vezes, a correção dos desvios encontrados é o suficiente para proporcionar o equilíbrio metabólico e energético necessário para o indivíduo retornar ao estado de saúde.

 


.

1) VITAMINAS - Ácido Fólico, Ácido Pantotênico, Betacaroteno, Cálcio, Carnitina, Cobre, Coenzima -10, Colina, Fenilalanina, Glutation, Inositol, Metionina, Molibdênio, Paba, Triptofano, Vitamina A, Vitamina B1, Vitamina B2, Vitamina B3, Vitamina B6, Vitamina B12, Vitamina C, Vitamina D, Vitamina E, etc.

.
2) SAIS MINERAIS - Podemos classificá-los em 4 grupos:

.

.2.1) Essenciais e necessários em grandes quantidades: Cálcio, Magnésio e Potássio;

.

.2.2) Necessários em pequenas quantidades e vitais ao organismo: Cromo, Ferro, Manganês, Molibdênio, Cobre e Zinco;

.
..2.3) Necessários em quantidades muito pequenas e função não totalmente elucidada: Selênio, Vanádio, Níquel e Iodo;

.
..2.4) Minerais formadores de radicais livres e, portanto, prejudiciais ao organismo: Cádmio, Alumínio e Mercúrio.

.

Os sais minerais normalmente agem aos pares, o aumento da quantidade fisiológica de um deles pode condicionar deficiências plasmáticas do outro. Exemplo: Cálcio-Magnésio, Zinco -Cobre, Sódio-Potássio.

.
Observação: Minerais Quelados: chamamos de mineral quelado todo íon mineral ligado a um aminoácido (glicina, arginina, lisina). O mineral na forma quelada apresenta melhor absorção, tem uma toxicidade muito menor, é absorvido sem ionização no processo digestivo e são muito bem tolerados (não gerando efeitos colaterais).
.

3) AMINOÁCIDOS E Outras Substâncias - Carnitina, Fenilalanina, Glutation, Triptofano, Fitoquímicos, Fito-hormônios, Pro-hormônios, etc.
 


.

Nada substitui uma consulta com um Médico especializado, pois tanto para a mulher como para o homem, a avaliação Médica e especialmente a Terapia Ortomolecular tem que ser individualizada e só deve ser prescrita por Médico, e que para se ter uma base do que se vai indicar para um paciente é necessário fazer uma minuciosa anamnese clínica, avaliar o estado psico-emocional do paciente e fazer um estudo pormenorizado com exames laboratoriais, inclusive Ortomoleculares como o teste do cabelo (Mineralograma) e outros através de sangue, urina e fezes.

.

Pouca gente sabe, mas basta uma simples mecha do cabelo para se detectar as doenças em Medicina Ortomolecular e assegurar a saúde do corpo inteiro.

O Mineralograma (também conhecido como "teste do cabelo"), um "check-up hi-tech", é o exame que traça o perfil mineral da pessoa.

.

"A importância de se fazer a análise dos fios de cabelo está no fato de como as unhas, serem tecidos onde os minerais, tanto os essenciais como os tóxicos, são retidos ou armazenados."

.

O Mineralograma consiste no exame feito a partir de uma amostra de apenas 1 grama de cabelo, que é enviada para os Estados Unidos onde é feita a análise. O resultado fica pronto no período de 30 a 40 dias. Já o tratamento proposto e provado sua eficácia pela Medicina Ortomolecular será determinado após esse exame e também de outros que serão realizados paralelamente.

.

"A Medicina Ortomolecular não tem qualquer tipo de contra-indicação, seja para tratar uma criança com dificuldade de aprendizagem escolar ou uma paciente portadora de osteoporose, inclusive portadores de câncer, que nesse caso a finalidade será de aumentar a imunidade celular e tentar prolongar mais a vida."

.

A Terapia Ortomolecular é totalmente natural para o organismo, a base de vitaminas, aminoácidos, substâncias anti-oxidantes, "smart-drugs" e minerais tratados especialmente de forma que sirvam para combater os Radicais Livres, neutralizando-os. Mas: é um tratamento totalmente individual, ou seja, a medicação se baseia na história clínica, no exame do cabelo e/ou alimentação e exames de sangue e urina de cada paciente.
 


.

1) Cuidar do Sistema Digestivo;

.

2) Dieta inteligente;
.

3) Exercícios aeróbicos moderados;
.

4) Resolver os problemas do cotidiano - aprendendo a programar o que quer mudar;
.

5) Autoconhecer-se;
.

6) Aprender a livrar-se dos metais tóxicos;
.

7) Abolir o fumo e o excesso de álcool;
.

8) Higiene do sono;
.

9) Detectar e tratar parasitoses intestinais e reeducar-se para não adquiri-los;
.

10) Antioxidantes e nutrientes com moderação e equilíbrio.

 


As informações sobre saúde aqui contidas são oferecidas com propósito educacional e informativo a pacientes e/ou público em geral, não pretendendo, de forma alguma, a prescrição ou indicação de medicamentos, bem como substituir as orientações de seu médico. Se você apresenta algum sintoma procure um médico, pois nada substitui uma consulta com um especialista. Vale lembrar também que a avaliação para a Terapia Ortomolecular tem que ser individualizada, tanto para o homem quanto para a mulher, e só deve ser prescrita por Médico Especialista.

 


Saiba mais sobre Medicina Ortomolecular visitando o artigo completo. Clique aqui.

Hipocrátes

Medicina Ortomolecular
Dieta Ortomolecular
Light, Diet e Adoçantes
Vitaminas
Minerais
Hipotireiodismo
Neuroquímica do Vício
Alimentos Funcionais
Hormônio de Cresc. e Pro-hGH
Fito-Hormônios e Fitoquímicos
Envelhecimento
"Fontes da Juventude"
Desint. Sexual e Sex. Humana
Andropausa
Obesidade Causada por Vírus
Obesidade e Exercícios
Obesidade Após a Gravidez
Colesterol e Impotência Sexual
Stress
Medicina Esportiva